Jornadas Pedagógicas - Engenharia Informática - 2ºSemestre



Este ano o Núcleo de Estudantes de Informática decidiu realizar duas Jornadas Pedagógicas para cada curso (uma por semestre), ou seja, duas para Engenharia Informática e duas para Design e Multimédia. Esta mudança faz com que as jornadas sejam mais focalizadas e como tal mais breves e directas. No 2º semestre foram, portanto, realizadas as segundas jornadas que tiveram como principal tema o 1º semestre a fim de poderem ser feitas alterações para o próximo ano. Sendo o Pelouro da Pedagogia responsável por procurar soluções e respostas para os problemas pedagógicos dos alunos, tentámos recolher todos os pontos considerados problemáticos, através dos Inquéritos Pedagógicos, e abordá-los nas Jornadas Pedagógicas, tentando sempre apresentar respostas e soluções para estes mesmos. Nesses inquéritos contámos com a participação de 81 alunos de LEI e 64 de MEI.

Como sabem as segundas Jornadas Pedagógicas de Engenharia Informática do 2º semestre decorreram no dia 2 de Março. Foram discutidos problemas em algumas cadeiras, assim como o método de aprendizagem em geral, entre os assuntos abordados chegaram-se a algumas conclusões, entre elas:

Licenciatura


TECNOLOGIAS DOS COMPUTADORES:

//cadeira de 1ºano, 1ºsemestre

Os alunos que frequentaram TC no semestre passado queixam-se dos trabalhos semanais não serem introduzidos nas Teórico-Práticas ou nas próprias Práticas-Laboratoriais.

Pós-Jornadas

O NEI vai alertar o regente de TC para esta lacuna na cadeira.


ENGENHARIA DE SOFTWARE:

//cadeira de 3ºano, 1ºsemestre

Cerca de 60% dos alunos desta cadeira acham que facto do cliente adoptado ser “distante” complica a comunicação com o mesmo.

Pós-Jornadas

O regente de ES vai tomar conhecimento desta percentagem e proceder a alterações, se possível.


DEFESAS DE TRABALHOS:

A disparidade nos critérios de avaliação nas defesas dos trabalhos é um ponto que preocupa bastante os alunos da licenciatura.

Pós-Jornadas

Visto que uma percentagem bastante elevada dos alunos que responderam aos inquéritos concorda que devia haver uma checklist com os tópicos sujeitos a avaliação pela qual todos os docentes da cadeira se deviam reger, a coordenação de LEI vai alertar os docentes para esta problemática por forma a uniformizar os critérios.


Mestrado


MODELAÇÃO E ANÁLISE DE SISTEMAS:

Esta unidade curricular foi das mais faladas nos inquéritos pedagógicos. Cerca de 75% dos alunos não concordam que esta cadeira seja obrigatória para todos os ramos de mestrado.

Pós-Jornadas

O Professor considera que esta seja uma cadeira fundamental para a formação de um Mestre em Engenharia Informática. Para além disso, o docente pretende, para o próximo ano, proceder a algumas alterações, tais como, colocar dois docente a lecionar a cadeira, avaliar apenas a parte teórica e realizar duas frequências durante o semestre, sendo que o exame de recurso contará 20 valores.


Estes assuntos estão a ser acompanhados pelo Núcleo de Estudantes de Informática. Existe algum ponto em falta e que gostavas de ver respondido? Contacta-nos por e-mail ou coloca-nos uma questão na Página para veres as tuas dúvidas esclarecidas.

Esta publicação poderá ser actualizada com algum desses pontos!